Queda na demanda por voos no Brasil



  

Crise econômica brasileira afetou o setor de aviação, e no mês de agosto de 2015 foi registrada uma queda de 0,4% na demanda por voos, após 22 meses consecutivos de alta.

Depois de quase dois anos com altas consecutivas, a demanda de voos no Brasil recuou. A queda foi de 0,4% se comparados os meses de agosto de 2014 com agosto de 2015. A informação provém da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Essa queda acontece após 22 meses consecutivos de alta.

A pergunta que deve ser feita numa situação como essa é: por que após tanto tempo de crescimento, agora surge um encolhimento da demanda por voos no Brasil?

Para responder a essa pergunta é necessário olhar para algo que vem acontecendo em todo o cenário brasileiro, que é um cenário de crise. Essa crise financeira afeta todos os setores, e não é diferente com o setor da aviação civil.

  • Alta do dólar:

A alta do dólar ajuda a elevar o preço médio das passagens aéreas. Isso se dá porque as passagens das companhias aéreas são negociadas em dólar, e com a alta do dólar, nada mais razoável do que se esperar uma alta nas passagens aéreas.





Também, em tempos de crise, o consumidor tende a ficar relutante com o gasto de dinheiro. Tende-se a otimizar o gasto do dinheiro por parte da população. Isso significa dizer que somente o necessário será gasto, e as necessidades de segundo plano, ou o supérfluo, será cortado.

  • Necessidade:

Então, o que se caracteriza é que a demanda por voos somente será dada se for algo necessário a quem pretende viajar. Por exemplo, se você tem uma viagem de negócios do outro lado do país, você irá viajar de qualquer forma através das companhias aéreas.

  • Turismo:

Já quando o assunto é turismo, há de se destacar que é natural um encolhimento desse setor em tempos de crise, ou seja, as férias acabam sendo realizadas em destinos mais próximos, do que quando o cenário nacional é outro (de crescimento).

Para que a demanda volte a subir, será necessário da parte das companhias de aviação o uso de técnicas, como por exemplo, promoções. Isso poderá impulsionar o mercado da aviação civil para os próximos meses.

Por Igor Furraer

Voos no Brasil



1 comentário em “Queda na demanda por voos no Brasil

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *