Maior avião do mundo não virá ao Brasil



  

O Airbus A380, considerado o maior avião comercial do mundo para o transporte de passageiros, não será mais trazido ao Brasil pela Emirates e Air France. A alta do dólar e a atual situação econômica do País impedem que o feito seja concretizado.

Foi adiado o sonho de ter o maior avião do mundo pousando em solo brasileiro. O Airbus A380, maior avião comercial do mundo para o transporte de passageiros, não será mais trazido ao país pelas grandes operadoras internacionais.

O Airbus A380, considerado a maior aeronave comercial da história (com capacidade limite variando entre 525 e 835 passageiros, dependendo da configuração) se tornou um ícone da aviação mundial devido à sua dimensão e capacidade sem precedentes. Seu reinado é tão absoluto que seus dois grandes concorrentes, ambos da Boeing, não se equiparam a mesma em termos de capacidade de transporte de passageiros (O Boeing 747-400 e o Boeing 747-8, com capacidades de transporte de 416 e 450 pessoas, respectivamente). O A380 possui comprimento de 80 metros, 24 metros de largura e uma autonomia de 15,2 mil km, sendo o seu primeiro exemplar vendido para empresa Singapore Airlines, onde começou circular em 2007.

No começo de ano de 2014, houve uma grande polêmica envolvendo esta aeronave, pois a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) não autorizou sua operação no terminal de Guarulhos, já que a mesma só poderia pousar e decolar com a adequação da pista para isso. Atualmente, as obras requeridas estão em fase de finalização, podendo então este terminal receber a imponente aeronave normalmente. A decisão da ANAC retardou a vinda do avião gigante da Airbus ao Brasil, porém, mesmo após a superação desse entrave, não será agora que os brasileiros presenciarão os seus pousos e decolagens por aqui, desta vez os motivos são outros.





A hipervalorização do dólar e a atual situação econômica do País impedem que duas das maiores empresas de aviação internacional operando do Brasil concretizem o sonho de muitos viajantes brasileiros, ou seja, incluir um A380 numa rota permanente para o país. A Emirates pretende fazer apenas um voo utilizando esta aeronave, que será realizado no dia 14 de novembro, em virtude da comemoração de 8 anos de operação da rota Guarulhos-Dubai. Já a Air France descartou qualquer plano de utilizar a aeronave no Brasil.

Por Édson Dassib

Airbus A380

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *